sábado, 18 de junho de 2011

DEUS DE SANTA ISABEL

MANOEL HERCULANO


DEUS MEU DEUS, NÃO ME DIGA ADEUS
DEUS DO CÉU, DEUS DE TODOS OS UNIVERSOS
DEUS DE SANTA ISABEL E DOS MEUS VERSOS
VERSOS QUE FAZEM DE MIM UM SEMIDEUS
COM O SANGUE AZUL DE NEGROS EUROPEUS
EU SOU DA ROÇA, SOU DA RAÇA PURA DESTE PAÍS
SOU A FIGURA DO PAI E DO FILHO DE SÃO LUÍS
MAS SOU TAMBÉM DE OUTRAS PARAGENS
SOU DAS VIAGENS PARA O PARÁ, PARA PARIS
PORQUE DEUS ESTÁ SEMPRE NO COMANDO
ELE INDICA, DÁ A DICA E EU ME MANDO
DO MEU QUINTAL VEJO LÍMPIDO HORIZONTE
SE NÃO SOU O TAL MAS JÁ SEI CONSTRUIR PONTE
E A POESIA EXALA, DEIXA O PENSAMENTO VIVO
NA POLTRONA DA SALA, NA PÁGINA DE UM LIVRO
LÁ ONDE SE ENCONTRAM TODOS OS MEUS EUS
E A CERTEZA DA BELEZA DAS COISAS DE DEUS

---------------------------------------------------------------------

*** Sim, voltei, com este poema que escrevi em fevereiro e revi agora, e nele faço referências à minha terra. Santa Isabel foi o lugar onde nasci... Bem, já é dia 19/06/2011 (passa de meia noite). Leia e comente. Grande beijo!

5 comentários:

SOB O SOL DA TOSCANA disse...

Adorei seu poema, Manoel Herculano!
Parabéns! Bjs

mammaalfi.blogspot.com disse...

tudo que o nosso herculano faz....faz...e faz e ponto fnal...z..

O Bolinho disse...

Deus do céu!!!!

Renan Wangler disse...

O Mais intrigante que na sua poesia o ritmo e as rimas tornam o texto vivo e por mais que estejamos lendo nossa imaginação está no seu modo privilegiado de interpretação.

Catarina Cunha disse...

A poesia com você ganha alma de vira-lata nobre. Benza Deus!