quinta-feira, 20 de abril de 2017

SOBRE O LIVRO

Ô DE CASA - RIO MARANHÃO, meu primeiro livro, foi lançado com sucesso, numa noite espetacular, dia 5.4.2017 no CCJF, e está na praça, sendo vendido por mim. Se você deseja adquirir um exemplar, fale comigo no Facebook ou por e-mail: poetaherculano@gmail.com
Ah, tem camiseta da POEME-SE também, com meu verso: "E se a vida é uma escola, então vai ter que ter recreio". Peça a sua!
E agora que tal ler minha postagem mais recente aqui no Blog? Está logo abaixo. Grande abraço!

PRÓXIMA ESTAÇÃO

MANOEL HERCULANO


Piuí, piuí, Piauí, peraí, ainda não é aí
é na próxima estação
ali no Maranhão
Mas o coração não se contém
já não cabe na cabine deste trem
e tudo certo, tudo bem
tem sido assim desde Belém
A poesia deita e rola no trilho
e nos olhos outro brilho
emoção além, a perder de vista, a mil e cem
Trem azul, trem da alegria, trem bom
trem das onze que apita ao passar por Timon
E passa tudo diante das vistas da janela
passa ela
e o trem fica mais cheio de graça
quando cruza com a Maria Fumaça
Os enamorados pegam fogo
jogam mais lenha na fogueira
uns perdem a voz
outros desenvolvem gagueira
Diante daquela paisagem pintada quadro a quadro
a seca, as cercas, a pastagem
quem ama vê beleza ao quadrado
Há sempre uma flor solitária embelezando a área
um pássaro cantante e poeta o bastante
uma lua para banhar tudo e todos sem distinção
uma residência, uma resistência
um apito, um grito
uma denúncia de extinção
Tantos lugares revisitados
olhares requisitados
que o azul vira azulejo
minha amada, há quanto tempo não te vejo
Por isso voltei ao passado
para dizer que ao teu lado meu rio é todo mar
e que o verbo amar tinha outro valor
quando eu chegava de trem na Ilha do Amor

----------------------------------------------------------

Estou de volta, após lançamento do meu livro
"Ô DE CASA - RIO MARANHÃO" que agora
anda comigo por aí, quem vai querer?... E com
este poema (mais um sobre trem) que entrou na
Antologia "O trem e o imaginário IV" a pedido
da querida Lydia Simonato. Participei de três:
Tempos de trem, RJ 450, e agora com este que,
sendo cobrado, enviei de última hora, mas acho
que ficou bom, resolvi postar aqui, deve entrar no
meu próximo livro com outros poemas daqui que
não entraram no "Ô de casa...", primeiro livro.
Bem, eu quero agradecer muito as visitas aqui no
Blog, têm me surpreendido. Muitos poemas estão
no livro, principalmente os que fazem parte do
espetáculo que apresento. Então leia o Blog,
compre o livro, assista/contrate o espetáculo.
Obrigado! CONTATO: poetaherculano@gmail.com
Agora é 1:20h do dia 21.04.2017, feriado... E dia
25 é meu niver, vou comemorar e lançar o livro
no Corujão da Poesia. Viva! Dia 5 foi Liiindo!!!
Abraços e beijos.
MH    



sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

SOBRE O LIVRO

Ô DE CASA - RIO MARANHÃO 
Lançamento! 

Queridos amigas e amigos,
admiradoras e admiradores da minha poesia,
agradeço por não terem desistido de mim,
digo, do meu livro. Você que reservou, que pergunta, aguarde um pouquinho mais, o lançamento será em abril, mês em que também faço aniversário. Dia 5/4, das 18 às 21h,
no CCJF - Centro Cultural da Justiça Federal,
Av. Rio Branco, 241 - Centro, RJ.
Até lá! Já tem evento no Facebook.                                                     Muito obrigado! Abraços.                                                                   MHerculano
               
PS.1: Já foi lançada minha camiseta POEME-SE,
          com o verso "E se a vida é uma Escola,
          então vai ter que ter recreio". 
          Veja no Facebook.
PS.2: Por enquanto, leia os poemas aqui no Blog.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

JUSTIÇA É A SENHA

MANOEL HERCULANO

Nobre colega, data venia
o poema alega, justiça é a senha
E se dona Poesia tem direito
se é de direito
eu quero fazer direito
Ciente que há defesas e acusações
prazos, versos, petições
e tantas outras mil razões
Não me faço de rogado
vou muito bem, obrigado
Mas senhor promotor
além do meu santo protetor
cadê meu advogado?
Advocacia é vocação, caro poeta
é mover ação
estudar o bê-a-bá, o abc, a OAB
Então, senhor juiz
diga-me o que a lei nos diz
e vamos ao processo, sem retrocesso
Porém, antes da sentença
peço a palavra, sua excelência
Defendo o que acredito
este é meu veredicto
Se alguém tropeça, faz-se uma peça
e eu não juro nem diante do júri
A questão é judicial
uma boa causa não se humilha
todo julgamento é crucial
nem toda vara é de família
No Fórum, no escritório, na dificuldade
no gabinete, na Faculdade, viva a liberdade!
E assim vou às barras dos Tribunais
sem o desaforo do ´foro privilegiado`
procurador dos ´somos todos iguais`
e de quem continua sendo desprestigiado
Com um verídico termo jurídico
solicito um hábil habeas corpus
para os arautos que dão uma gravata na correria
porque hoje nos autos consta defender a poesia

---------------------------------------------------- 
***** De volta com este poema que escrevi há algum tempo (ano
passado), homenagem aos advogados, especialmente os bons e
honestos, bem oportuno para o momento. Quero agradecer pelas
visitas aqui no Blog, confesso que estou surpreso, há dias em
que o número de visitas é quase igual ao que eu tinha por mês
tempos atrás, sendo que uma grande quantidade vem dos EUA?!
Não entendi ainda... Quanto ao LIVRO, estou na expectativa...
Muito obrigado! São 12:50h do dia 24.01.2017. Começando o
ano. Paz e Bem! Abraços.


segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

C O N V I T E


Coletivo FAROL de Poesia 
Manoel Herculano
Mariana Imbelloni
Marisa Vieira
                                     
                                              R E C I T A L
                    Versos Autofalantes


Fomos convidados e estamos de volta ao

Gabinete de Leitura Guilherme Araújo
Rua Redentor, 157 - Ipanema - RJ
(quase esquina com Rua Garcia D'Ávila)
Dia 15.12.16   -   às 19:30h
# Entrada livre, contribuição espontânea.
Ou seja, a bilheteria estará aberta mas a
decisão consciente é sua. Esperamos você!
#

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

VIVINHO DA SILVA

MANOEL HERCULANO

Viva, viva, estou vivinho da Silva
e sou todo gargalhada
sou o camarada Luiz
aquele menino magro, fraco
da fortaleza de São Luís
Eu tenho sangue nordestino
tenho esse destino teimoso
que se preza
genioso e forte feito reza
povoado de rebeldia
eita nós, quanta teimosia
Mas é tudo divino
por causa do cordel, da poesia, do menino
que antes de aprender a lição, aprendeu o hino
e desde então canta sua pátria mãe gentil
a mãe que chorou quando o filho partiu
Mãe, tô vivo
pai, viva
a princesinha do mar é mesmo uma diva
Ah, esta noite sonhei com Iracema
de mãos dadas em Ipanema
Rapaz, o mundo é grande demais
muito maior que o Ceará
será que será
maior que o Pará e Minas Gerais
Maranhão, São Paulo e os pantanais
E o Rio
olha, eu nem imaginava 
que existia um rio maior que aquele
onde eu nadava
É, o mundo dá muitas voltas
e nesse mundão a gente vive às voltas
Pois então volta, Luiz
volta pra quem te pede bis
Tá bom, eu volto
mas depois eu volto
Oh minha mãe, te agradeço, te rogo
eu sei nadar, aprendi a trilha, vivi na Ilha
e neste Rio eu já não me afogo
eu volto
mas a despedida será apenas com um até logo

-----------------------------------------------------------------
***** De volta, com este que é irmão gêmeo do poema
 ''Menino, menino'', e que falo no Coletivo Farol de Poesia em  
''Versos Autofalantes''. Eu estou surpreso e muito feliz com as
visitas aqui no Blog nos últimos meses, mais que triplicou.                                                        
Muito obrigado!
Bem, são 21h do dia 28/11/2016. 
Grande abraço.                                                                    

domingo, 13 de novembro de 2016

C O N V I T E

COLETIVO FAROL DE POESIA 
Manoel Herculano
Mariana Imbelloni
Marisa Vieira                  
                            R E C I T A L                                                      VERSOS AUTOFALANTES

Gabinete de Leitura Guilherme Araújo
Rua Redentor, 157 - Ipanema - RJ
Dia 22 de novembro às 19:30h
Entrada livre / Contribuição espontânea
OBS:
# O Espaço fica quase esquina com Rua Garcia D`ávila.
## Falarei o segundo poema aqui abaixo (Menino, menino), inédito.
VAMOS?
### Meu muito obrigado às presenças aqui no Blog e nas apresentações.
Grande abraço.
MH