terça-feira, 9 de dezembro de 2008

S U T I L M E N T E

MANOEL HERCULANO

Quando deixei escapar aquele olhar suplicante
Quando prolonguei ao máximo aquele aperto de mão
Quando quase exagerei naquele abraço
Quando me atrapalhei ao beijar seu rosto e por pouco não beijei sua boca
Quando gaguejei ao pronunciar uma única palavra, te cumprimentando
Quando fiquei mudo naquele encontro casual
Quando calei os suspiros gritantes da minha alma
Quando o meu sorriso amarelou e escondeu-se envergonhado
Quando não foi possível contar o sonho que tive com você
Quando esqueci de fechar a boca ao te encontrar
Quando insisti para que ficasse, sem um porquê
Quando consegui saborear aquele seu beijo que nunca provei
Quando me ausentei por alguns segundos ao ouvir sua voz
Quando meus braços obedientes me desobedeciam e entrelaçavam seu corpo
Quando minhas pernas trêmulas teimavam em correr na sua direção
Quando eu tropeçava em meus próprios passos e cambaleava feito "o bêbado e o equilibrista"
Quando as ideias embaralhavam e as palavras formavam outra frase
Quando meus olhos, cegos, não enxergavam outra flor, nem outro ramo
Quando tudo isso acontecia, admito, agora, e não reclamo
Era todo o meu ser que sutilmente berrava: Eu te amo!

-------------------------------------------------------------

Obs: Eu participo de um grupo (OLDI - Oficina Literária Democrática Independente), que se reune quinzenalmente no Salotto Letterario da Myriam de Filippis, em Copacabana, e formou-se a partir de Oficinas para autores coordenadas por J.P.Roriz no Castelinho do Flamengo. Quando cheguei no grupo (abril de 2008, convidado por Anna Fortes), que a cada reunião sugere temas, uma das sugestões foi "SUTILEZA". Que medo! Mas fui aprovado e gosto do poema, embora nunca tenha conseguido decorá-lo. Talvez por ser (nada sutil) muito romântico... E você, gostou?

2 comentários:

Victor disse...

Sutilmente diria que foi o retrato atráves de palavras de alguns momentos antes e depois de uma conquista narrado sutilmente.

Lilly disse...

Perdi o fôlego lendo...
Excelente Manoel!!!