quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

FIM DE MÊS

MANOEL HERCULANO

O meu mundo caiu, aquele nosso sonho desabou
Não foi combinado, mas eu entrei e você saiu
E no dia marcado, o mundo não acabou
Tudo bem, ter esperança já é do meu feitio
No balanço, na balança, lá em alto mar
Ou cá, ao som da bateria na periferia deste rio
No calor, no frio, sem você, fazer o quê, eu me recrio
Com ou sem final feliz, no balancê eu me resolvo
Porque tenho raiz, cresci povoado, nasci povo
Que tropeça e recomeça tudo no ano novo
Sou assim, constituído de início e fim
No meio eu sempre creio, faço o meu recreio
Conheço os conflitos, os confins
O endereço dos aflitos, dos afins
E os meios que não justificam os fins
Mas olha, foi o fim, o mundo desabou e não acabou
E o santo, ah, o santo ainda é de barro
Portanto, inclusive os que andam de carro
Muito cuidado com o andor
Pois já existe tanta dor, por tantos finais
Dos anos, dos natais, dos mundos, dos carnavais
Que logo logo aqui jaz mais um ano, um fulano
Um herói que não foi feliz por um triz, por engano
Cena que dói no coração da atriz, do palco italiano
Um poeta, um atleta filho de algum Raimundo
Que não fez questão de viver para ver o fim do mundo
Apressou-se o evento com fogos e champagne
Apresentou-se o invento sem pai nem mãe
E o mundo não acabou, não desta vez
Com altivez um ano novo meteu o pé na porta
Porém, ironicamente, infelizmente Inês já era morta
Restaram os rastos, alguns restos e todos os gastos
Então, segurem as pontas, a cada fim de mês
Porque quando chegarem as contas
Aí, sim, quem sabe, talvez...

----------------------------------------------------------------------------------
*** Seguinte:  um grupo que participo (OLDI), vive sugerindo temas e, às vezes, escrevo incluindo todas as sugestões, que já resultaram em grandes poemas, como foi o caso de "O Quinto Amor". E aqui está o último desafio do grupo, achei oportuno postar logo no Blog, nesta quarta-feira de cinzas, após um carnaval que me assombrou, e em que a Mangueira mais uma vez... Enfim, parabéns para a campeã Vila Isabel. Comentem este e outros poemas, se possível. Obrigado! São 17:45h do dia 13/02/13. Grande abraço para todos!!!